AVISO...

ESTE BLOG ESTÁ EM MANUTENÇÃO... PARA MELHOR ATENDE-LO. PATRICIA ROCHA

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Filho amado...


Certa vez, um Pai disse a seu Filho amado: 
- Faz o que eu te peço.
E o Filho disse: 
- Sim Pai, tudo que pedir eu faço. 
Então, o Filho foi fazer a vontade do Pai, e durante toda sua vida,
ele obedeceu todas as ordens do Pai fielmente.
Até que um dia, o Pai pediu algo impossível, que doeria
muito, um sofrimento inefável, sem igual, por uma causa quase perdida, então o Filho disse:
 “Se possível Pai, afasta de mim esse cálice, mas, que
seja feita a tua vontade, e não a minha"...

Então, ele foi Traído, Preso, Açoitado, Humilhado,
Cuspido, Julgado e Condenado por crimes que nunca havia cometido...
Ele pegou uma cruz, que deveria ser Minha e Sua, e
trilhou o caminho de dores, sendo morto, mesmo inocente, por cada um dos nossos pecados.
Apesar de todo o sofrimento, ele fez a vontade do Pai.
E por isso, hoje, eu posso contar essa história. Porque
alguém, um dia, resolveu enfrentar a cruz e passar por todas
as dores conhecidas para vencer no meu lugar, e no seu lugar também.
Olhe agora para a cruz, e pense em tudo que Jesus Cristo fez por você, e o quanto você tem feito por Ele, o quanto Ele lhe amou e ainda ama, e o quanto você o ama.
Ele deu a vida por você. Agora, em gratidão e amor, entregue a sua vida a Ele, e deixe-o guiar seus passos, chame-o para entrar em sua vida e fazer morada, se entregue, como Ele se entregou por amor a você, deixe-o tomar conta do seu ser, e aprenda com Ele como viver uma Nova Vida
.

Patricia Rocha.

Ser feliz...


Ser feliz é muito mais do que chamam de felicidade
Ser feliz é sair sem rumo, é observar o mundo,
é sorrir para um desconhecido, é estender a mão
sem esperar nada em troca.
Ser feliz é tomar um sorvete e se lambuzar como
uma criança, é se apaixonar e ligar o dia inteiro
apenas para saber se seu amor esta bem.
É dar valor à vida e aproveitar estar ao lado de
pessoas que são suas raízes.
Ser feliz é sorrir a toa, é poder manifestar todos os sentimentos, não ter vergonha de chorar e se alguém lhe
disser que chorar é feio e que nunca chorou, pergunte a
este alguém qual foi sua manifestação quando o
médico lhe deu uma palmadinha ao nascer!
Ser feliz não tem preço, o sol, o luar, a vida, o amor,
o vento, o carinho, a amizade, nada se compra tudo se conquista, ser feliz é conquistar!
Ser feliz é sonhar e realizar é buscar
e encontrar e acima de tudo acreditar.
É dedicar tempo para vida, é viver o hoje,
é cultivar o ontem e plantar o amanhã.
E mais do que tudo, ser feliz é perdoar,
e jamais guardar mágoas.
Então seja feliz, muito feliz!

Claudia Garrote.

Ao sentires aflição...


Ao sentires aflição ou uma espécie de abandono, não deixes que a depressão tome conta de teu espírito; mas lembra que bem perto de ti está o Deus com Jesus que te ama tanto, a ponto de morrer por ti novamente, e que te olha com ternura e paterna expressão de amor; perto de ti está o Espírito Santo, o verdadeiro consolador... Com estes pensamentos expresso o meu desejo ardente de que teu coração se sinta consolado.

Ao sentires aflição...


Ao sentires aflição ou uma espécie de abandono, não deixes que a depressão tome conta de teu espírito; mas lembra que bem perto de ti está o Deus com Jesus que te ama tanto, a ponto de morrer por ti novamente, e que te olha com ternura e paterna expressão de amor; perto de ti está o Espírito Santo, o verdadeiro consolador... Com estes pensamentos expresso o meu desejo ardente de que teu coração se sinta consolado.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Siga em frente...


Não percas a tua fé entre as sombras do mundo. 
Ainda que os teus pés estejam sangrando, segue 
para frente, erguendo-a por luz celeste, acima 
de ti mesmo. Crê e trabalha. 
Esforça-te no bem e espera com paciência. 
Tudo passa e tudo se renova na terra, 
mas o que vem do céu permanecerá. 
De todos os infelizes os mais desditosos 
são os que perderam a confiança em Deus e 
em si mesmo, porque o maior infortúnio é 
sofrer a privação da fé e prosseguir vivendo. 
Eleva, pois, o teu olhar e caminha. 
Luta e serve. Aprende e adianta-te. 
Brilha a alvorada além da noite. 
Hoje, é possível que a tempestade te amarfanhe 
o coração e te atormente o ideal, aguilhoando-te 
com a aflição ou ameaçando-te com a morte... 
Não te esqueças, porém, de que amanhã será 
outro dia.

Patricia Rocha.

Recomeçar...


Quem Sabe Somar Sabe Dividir
Somar é a primeira operação matemática que se aprende, a que temos mais facilidade e que gostamos mais.
Primeiro agente gosta de somar várias vezes palitos e giz, depois brinquedos e roupas da moda, depois somar dinheiro, depois somar carros e casas, e sempre somar alegria e felicidade. 
Isto já é multiplicação, que também é fácil de aprender, é só somar várias vezes a mesma coisa.
A Segunda operação que aprendemos é a subtração. 
Aí começa a ficar estranho. 
Principalmente quando tem que pedir emprestado na casa do vizinho, digo, casa decimal ao lado. Ninguém gosta mais de diminuir do que somar.
Quando chega na divisão é quase um desespero, ainda mais quando sobra um resto. 
É que ninguém entende aonde ou pra quem vai ficar o resto. 
Até no cotidiano ninguém gosta de dividir nada. 
A dificuldade no aprendizado não parece à toa, o homem rejeita essa prática.
Quando o homem aprender a dividir corretamente e saber onde deve ficar o resto, entenderá que é o mesmo que somar para alguns, mantendo a quantidade de outros, sem necessariamente subtrair de alguém, ou seja, é o mesmo que somar igual para todos; entenderá também que somando os restos teremos mais um inteiro divisível, fazendo outros felizes. 
O resultado final também é uma soma, a soma da felicidade geral. 
Poderíamos até chamar esta operação de soma distribuída.
Com esta visão, com certeza a matemática daria mais resultados, talvez fosse dispensável aprender contas de dividir e os homens continuariam felizes a somar palitos, brinquedos, dinheiros, carros, casas e felicidade,
 porém não somente para si. 
Quem sabe?



Patricia Rocha.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Quem sabe somar sabe dividir...


Somar é a primeira operação matemática que se aprende, a que temos mais facilidade e que gostamos mais.
Primeiro agente gosta de somar várias vezes palitos e giz, depois brinquedos e roupas da moda, depois somar dinheiro, depois somar carros e casas, e sempre somar alegria e felicidade. 
Isto já é multiplicação, que também é fácil de aprender, é só somar várias vezes a mesma coisa.
A Segunda operação que aprendemos é a subtração. 
Aí começa a ficar estranho. 
Principalmente quando tem que pedir emprestado na casa do vizinho, digo, casa decimal ao lado. Ninguém gosta mais de diminuir do que somar.
Quando chega na divisão é quase um desespero, ainda mais quando sobra um resto. 
É que ninguém entende aonde ou pra quem vai ficar o resto. 
Até no cotidiano ninguém gosta de dividir nada. 
A dificuldade no aprendizado não parece à toa, o homem rejeita essa prática.
Quando o homem aprender a dividir corretamente e saber onde deve ficar o resto, entenderá que é o mesmo que somar para alguns, mantendo a quantidade de outros, sem necessariamente subtrair de alguém, ou seja, é o mesmo que somar igual para todos; entenderá também que somando os restos teremos mais um inteiro divisível, fazendo outros felizes. 
O resultado final também é uma soma, a soma da felicidade geral. 
Poderíamos até chamar esta operação de soma distribuída.
Com esta visão, com certeza a matemática daria mais resultados, talvez fosse dispensável aprender contas de dividir e os homens continuariam felizes a somar palitos, brinquedos, dinheiros, carros, casas e felicidade,
 porém não somente para si. 
Quem sabe?

Patricia Rocha.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Vitória...


Vencer os outros
não chega a ser
uma grande vitória.
Vitorioso
é aquele que consegue
vencer a si mesmo
combatendo seus vícios
e controlando suas paixões.
A vitória sobre nós mesmos
é muito mais difícil.
Ela requer mais coragem
mais disciplina e mais decisão.
Se você
não conseguir na primeira vez
tente de novo.
O simples fato de tentar de novo
já será sua primeira vitória.
Desejo-te um Dia de Vitória!


Patricia Rocha

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Acredite ...

 
Acredite nas pessoas... Naquelas que possuem algo mais... Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras divindades... Digo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes... Falo daquelas que te olham nos olhos quando precisam ser verdadeiras, tecendo elogios, que pedem desculpas com a simplicidade de uma criança...
Pessoas firmes... Verdadeiras, transparentes, amigas, ingênuas... Que com um sorriso, um beijos, um abraço, uma palavra de faz feliz... Aquelas que erram... Acertam... Não tem vergonha de dizer não sei... Aquelas que sonham... Aquelas amigas... Aquelas que passam pela vida deixando sua marca, saudades, aquelas que fazem à diferença... Aquelas que vivem intensamente um grande amor...



Patricia Rocha